segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Breve História da Civilização (Will Durant, ed. Clube do Autor)

 Uma edição bem cuidada, iniciação ideal à História da Civilização. Escrita conforme o AO, não se me revelou desconfortável.

“O homem é o último animal doméstico da mulher, apenas parcial e relutantemente civilizado.”

“Uma guerra bem-sucedida é a forma que uma nação tem de se alimentar.”

“A civilização é a ordem social que promove a criação cultural.”

“A passividade colhe mais vitórias que a ação.” (Lao-Tsé, 604 ac)

“É característico do pensamento chinês não falar de santos mas de sábios.”

“Restaurar a moralidade e a ordem social por meio da difusão da educação.” (filosofia de Confúcio, 551 ac)

“Todo o caos é uma transição. No final, a desordem cura-se e equilibra-se com a ditadura…”

“O Ódio acaba apenas pelo amor.”

“O nirvana não é um paraíso depois da morte, é a satisfação tranquila da superação do egoísmo.” (Buda)

“Inesperadamente, uma mulher politicamente popular declarou uma moratória à democracia e assumiu o controlo autocrático do governo, da economia e da imprensa da índia.”

“As artes industriais no Antigo Egipto estavam tão avançadas e eram tão variadas como as da Europa antes do Renascimento.”

“O código moral egípcio não levantava qualquer objeção ao incesto.”

No Antigo Egipto…”a propriedade era transmitida por linha feminina.”

No Antigo Egipto…”As mulheres gozavam de estatuto legal superior e uma maior liberdade moral e social do que em qualquer estado europeu anterior à nossa época, com exceção, talvez, da Roma imperial.”

“A arte egípcia rivaliza com as artes grega e romana, mas precedeu-as mil anos e numa centena de obras foi precursora.”

“Amenhotep IV (Akhenaton)…”com a sua audácia de poeta, rompeu os compromissos e anunciou que essas divindades e as cerimónias eram uma idolatria vulgar e que havia apenas um rei, Áton, o Sol.”

“…tendo Amurabi elaborado cerca de 1940 a.C. , um extraordinário código de leis racional.

“O bem parecido e harmonioso David, que fora capitão da guarda-real, assumiu o trono cerca de 1000 a. C, conquistou e uniu todas as regiões de Israel e escolheu esposas dessas tribos para cimentar o seu governo; fez de Jerusalém a sua capital, reinou durante 36 anos e deixou tal memória de prosperidade que os judeus, em desditosos tempos posteriores, ansiavam por um “messias” - um descendente de David -, que  restaurasse o esplendor e a felicidade do governo de David.

“Nesse livro da lei, no livro chamado Levítico está a maior, a mais ousada e a mais breve formulação da ética cristã; “ama o próximo como a ti mesmo”.

“Carlyle referiu-se ao livro de Job “um dos melhores textos alguma vez escrito…Não há nada escrito, penso eu, na Bíblia ou fora dela, de igual mérito literário”. Os eruditos datam-no entre 500 e 300 a. C.

“Em Mileto, 600 anos a. C. Tales estabeleceu a primeira escola de filosofia grega e deu um forte impulso à geometria e à astronomia gregas.”

Heraclito: “ A guerra é a justiça”. “A competição entre indivíduos, grupos, instituições, estados e impérios constitui o tribunal supremo da natureza, de cujo veredicto não há apelo.”

Pitágoras:  “… deu à geometria a sua forma clássica, dois séculos antes de Euclides...descobriu as relações numéricas das notas musicais como as das notas de uma harpa.”

“Em Siracusa nasceu Arquimedes (287 a.C.) o maior dos matemáticos gregos.”

“A revolução pacífica de Solon é um dos milagres mais encorajadores da história.”

“…mas nem Sólon conseguiu calar a língua ativa de Atenas, onde o boato e a difamação se afiguravam essenciais para a democracia.”

Solon: “…achava que a indiferença do público é a ruina do Estado.”… “ordenou que os filhos daqueles que morressem na defesa do seu país fossem criados e educados a expensas do Governo.”…”que a lei é uma teia de aranha que apanhava as pequenas moscas e deixa escapar os grandes insetos.”…Foi um bom aluno de Aristóteles, antes de Aristóteles ter nascido.”

“Nunca antes o mundo vira direitos civis tão liberais e poder político tão alargado.” (Grécia sob a égide de Clístenes, desde 507 a. C. a 308 a. C).”

Sem comentários:

Enviar um comentário