segunda-feira, 24 de março de 2014

Benfica-Académica 3-0)

Afinal não foi assim tão difícil. A equipa do Benfica respira confiança e talento individual e coletivo. Não que a Académica tenha sido uma equipa fácil, porque não o foi; tentou discutir o jogo conseguindo ainda tirar a tinta ao poste na primeira parte e um remate de cabeça muito perigoso já na segunda. O caso é que o Benfica está a jogar bem, com excelente dinâmica, trocando a bola a preceito, bom posicionamento e talento qb a fazer a diferença no momento certo. Oblak libertou o potencial futebolístico da equipa, há muita solidariedade e concentração. E assim deve continuar até ao fim.  O cruzamento para o 2º golo foi um primor de execução; fantástica aquela trajetória curva a pedir encosto de Lima. Lima que, qual águia real, fizera já o primeiro num lance de grande oportunidade e concentração. Muito bem. Também o 3º resultou de um belo trabalho de equipa e muita garra e serenidade de Enzo que, embora em queda, soube enviar a bola para o fundo da baliza, num belo gesto técnico. Não fora a barra e Sérgio Conceição, que respeito, teria ficado ainda mais triste, pois quer o remate de Sálvio quer o de Rodrigo mereciam melhor sorte.
 
O árbitro pareceu-me bem, apesar de ter perdoado uma grande penalidade ao estudantes - faz de conta -, numa falta sobre Lima ainda na primeira parte.
 
Enfim, demos mais um passo em frente rumo ao título. Esta equipa sabe o que quer...e o que nós, adeptos, queremos.

Sem comentários:

Enviar um comentário