domingo, 29 de março de 2015

Benfiquices

   Ofereceram-me, hoje, uma camisola Eusébio. Gostei; preta com vivos vermelhos, foto do Eusébio  do lado esquerdo, bordada, e o 10 no dorsal.  Discreta e elegante, uma versão sem o 10 e foto um pouco mais reduzida, adaptar-se-ia melhor ao mercado sénior.
 
   Anacleto Pinto foi um dos grandes atletas do Benfica; com excelente palmarés nacional e internacional, recordá-lo-emos com saudade e gratidão.
 
   A equipa de andebol do Benfica está de parabéns, acabou de eliminar o Ravenna e está na final da Challenge Cup!, quem diria?, Um exemplo de sucesso da fórmula "evolução na continuidade". Boa sorte para a final.
 
   A canoagem encarnada está, igualmente, de parabéns; Teresa Portela foi medalha de ouro na Taça de Portugal de regatas em linha, em K1, nos 500 e 200 metros. Na mesma categoria e nos 200 m, Joana Vasconcelos foi medalha de bronze.  João Ribeiro também em K1 foi medalha de prata. O Benfica afirma-se como uma potência na canoagem nacional.
 
   A equipa de hóquei encarnada segue na liderança do campeonato, está nos quartos da Taça e foi eliminada da UEFA CUP pelos Porto. Muita concentração e determinação na ponta final da época; Campeonato e Taça são um excelente presente para os adeptos. Força!
 
  A equipa feminina é campeã da europa superando as gigantes espanholas da modalidade. É um regalo ouvir o fervor com que Paulo Almeida fala do Benfica e da sua equipa. É deste entusiasmo que se constrói a tal mística. Um exemplo para o clube.
 
  No futsal está tudo em aberto; liderança na fase regular no campeonato e continuidade na Taça, após eliminação do Fátima. Joel Rocha é um bom Treinador; sabe o que faz e tem ambição, pode ir longe no Benfica, e o Benfica pode ir longe com ele. Esperemos que mantenham a bitola na fase final. Discordo deste modelo competitivo por relativizar a regularidade, quando deveria premiá-la.
 
  Sob a batuta do carismático Lisboa, o basquete segue imperial. Há que manter, pois no final é que se fazem as contas.
 
   A equipa de andebol foi eliminada da Taça pelo Porto, a quem havia ganho na semana anterior - salvo erro -, para o campeonato. O jogo parece que foi equilibrado e a vitória dos azuis foi à justa. Segue-se a fase final do campeonato repetindo-se o confronto entre os dois rivais, onde os encarnados poderão retificar. O Benfica tarda em afirmar-se nesta modalidade, mas é reconfortante ver a nobreza com que o clube persiste na busca da excelência competitiva. Tal sucedeu no basquete, no hóquei, no voleibol, no futsal, no atletismo....Basta seguir o método; adição sucessiva de competência, continuidade e mentalidade ganhadora.
 
   A equipa de Futsal feminino foi eliminada da Taça pela equipa Novasemente Cavalinho (que raio de nome!), foi um jogo equilibrado, com ascendente no resultado das encarnadas que se deixaram superar na ponta final do prolongamento pelas adversárias, graças à determinação destas, falta de concentração própria na finalização e falta de consistência em vários momentos de jogo. Mas, bateram-se bem e isso é reconfortante.
 
   Os Juniores estão mal classificados na fase final do campeonato, mas têm, salvo erro, dois jogos a menos. A equipa está a consolidar-se. na sequência da saída de alguns grandes jogadores que foram campeões na época passada; Gonçalo Guedes, Bernardo Silva, Hélder Costa..., e alguns jogadores talvez andem um pouco nas nuvens graças ao excelente desempenho na UEFA Youth League. João Tralhão é um magnífico formador e saberá potenciar a equipa; concentração, humildade e determinação são os ingredientes necessários adicionar à cultura tática.
 
  O clube/SAD está a trabalhar bem, mantendo uma bitola competitiva alta, continuando, em simultâneo, na senda de novas infraestruturas que, por sus vez, potenciarão a competitividade futura global e aumentarão a coesão e solidariedade benfiquista. 
 
   È tempo de continuar a olhar cada vez mais em frente.

Sem comentários:

Enviar um comentário