segunda-feira, 13 de agosto de 2012


Benfiquistas de salto alto e outras curiosidades.


Quando vi o árbitro cair de “malhão morto” estatelando-se no relvado com os braços em cruz e a cabeça descaída para o lado, disse: "- O Luisão deu uma cabeçada ao árbitro! Ora, é isto mesmo que é preciso fazer aos proenças, olegários e outros “artistas” que todos os anos roubam títulos ao Benfica! Ninguém mais se atreveria a fazê-lo! Então o bacano, deixou os alemães distribuírem paulada à vontade em todas as zonas do campo sempre que os atletas do Benfica recuperavam a posse de bola e agora em duas entradas viris, em que o Javi interceta, de facto, a bola, dá-lhe dois amarelos?"

Apesar de, as imagens, não terem ainda revelado exatamente o que aconteceu, pareceu-me que tinha havido um contacto acidental entre o Luisão e o árbitro, incapaz porém, de suscitar resultado tão tragicómico! Deduzi que o árbitro deverá ser portador de doença do foro cardíaco, depois de me ter ocorrido que se trataria de uma armadilha engendrada pelos agentes de que o outro clube, dispõe na rua e nas múltiplas comissões da UEFA.

Á noite, na Benfica TV, ouvi um adepto Benfiquista, via telefone, com ar seríssimo, censurar o jogo viril do Javi, após enaltecer o seu Benfiquismo!...Que se deveria falar com ele…pedindo-lhe para jogar de outra forma…que assim prejudicava o clube…etc.! Sugiro à Direção desportiva que obrigue o Javi e restantes atletas a jogar com botas de salto alto, florzinha no cabelo, laçarote ao pescoço e saiinha plissada até meio da perna!

De seguida, os comentadores da TVI24 e da SIC notícias, respetivamente, Fernando Correia e David Borges centravam a atenção no suposto gesto irrefletido de Luisão e nas “catastróficas” consequências para o clube, apesar de não perceberem o que, efetivamente, se tinha passado, revelando a habitual e repugnante reserva mental relativamente ao Benfica. De facto, salvo o infeliz desfecho, tratou-se de uma cena que ocorre em quase todos os jogos em toda a parte do mundo! Nem uma só palavrinha em defesa de Luisão apesar de, em cerca de dez anos que já leva da Portugal, não se lhe  conhecer conduta desportiva violenta!

A “A Bola" de hoje, exibe na 1ª página: “Árbitro preparava-se para expulsar Javi Garcia, quando foi atingido por Luisão. Caiu desamparado e não recomeçou o encontro.”  Por momentos esqueci o que tinha visto e fiquei a saber, que Luisão tinha agredido o árbitro com tal violência que este se tinha estatelado no relvado e estava ferido, a ponto de não ter condições para continuar o jogo!  Recuperei a memória e pensei no que teria acontecido se Luisão tivesse atirado a bota à cabeça do proença quando este ofereceu mais um campeonato ao outro clube.

No CM, Moita Flores (MF) atribuiu a responsabilidade do incidente ao árbitro o qual, segundo ele, revelara superar em manha o nosso Atleta! Não percebo como é que alguém idóneo, como é MF, considera Luisão manhoso! Só pode ser a fatal dor de cotovelo!

Durante o gostoso cafézinho do almoço, disse-me o meu amigo João dos Remédios, que um tal gerente de caixa, à porta de um conhecido supermercado, manifestara o seu comovido pesar  pela má imagem que tão desastrado ato provocara ao futebol Português, que assim ficara manchado para todo o sempre, deixando subentendido que o negócio da fruta é muito mais prestigiante.

Os Dirigentes do Benfica, devem averiguar quem é o árbitro, de onde veio, o que faz, o seu historial, quem o recrutou e porquê. Não me espantaria se tivesse ingerido fruta de dormir na noite anterior! Afinal, supermercados há muitos e não só em Portugal ou na uefa!
AB

Sem comentários:

Enviar um comentário