segunda-feira, 26 de novembro de 2012

OBRIGADO GUILHERME, PELA HONRA QUE ME DESTE AO REPRESENTAR O MEU CLUBE

Espírito Santo, antiga glória do Benfica, morre aos 93 anos

Lisboa, 25 nov (Lusa) -- O antigo futebolista internacional português e do Benfica Guilherme Espírito Santo morreu hoje aos 93 anos, anunciou o clube "encarnado" no seu sítio oficial na internet.

Espírito Santo, que foi quatro vezes campeão nacional pelo Benfica, nas épocas de 1936/37, 1937/38, 1944/45 e 1949/50, destacou-se pelo seu ecletismo enquanto atleta, chegando a ser praticante de atletismo.
 
Como futebolista do Benfica, com a alcunha de "pérola negra", fez 207 jogos e marcou 147 golos, entre quatro competições: campeonato nacional, campeonato de Lisboa, campeonato de Portugal e Taça de Portugal.
 
Na seleção portuguesa, teve oito internacionalizações, estreando-se em 28 de novembro de 1937, em Vigo, num jogo em que Portugal bateu a Espanha por 2-1.
 
No atletismo, chegou a ser recordista nacional de salto em altura, comprimento e triplo salto, conquistando também aqui vários títulos de campeão nacional nas três especialidades, e muito mais tarde praticou ténis.
 
A chegada à pista de atletismo por parte do antigo jogador aconteceu quase por acaso, quando Espírito Santo, durante um treino da equipa de futebol, saltou um obstáculo para ir buscar a bola e um grupo que praticava atletismo ficou impressionado.
 
Na ocasião saltara 1,70 metros, uma marca que ninguém conseguia naquele tempo.
 
O seu ecletismo e comportamento valeram-lhe em 1999 a distinção "Fair-Play" por parte do Comité Olímpico de Portugal, enquanto no Benfica recebeu o mais alto galardão da história do clube, a "águia de ouro".

Sem comentários:

Enviar um comentário