domingo, 26 de maio de 2013

E tudo o vento levou!

Foi um Benfica deprimido, desmoralizado, descrente, trapalhão, que se apresentou hoje no Jamor! Uma equipa desgarrada, sem fio de jogo, desssincronizada que, com alguma sorte, se adiantou no marcador.  Mais uma vez faltou o criativo do meio-campo, o que recebe, protege, transporta, temporiza e concebe os lances ofensivos. Sem meio-campo não se ganham títulos. Não temos meio-campo! Essa é a verdade.
 
O Guimarães fez o seu jogo, normalíssimo, bom posicionamento, muita agressividade, raramente chegando à nossa área, ainda assim fazendo os golos suficientes para vencer. Parabéns ao Vitória de Guimarães e à bela cidade do Conquistador.
 
O Benfica não mereceu vencer, mas poderia ter vencido caso Jorge de Sousa tivesse assinalado o fora de jogo no primeiro golo dos vitorianos ou Artur não resolvesse colocar o esférico nos pés do avançado  em zona frontal à entrada da área.
 
São erros demais! Considero que Jorge Jesus não tem condições para continuar à frente da equipa técnica; perdeu definitivamente o capital de confiança que detinha, quer junto dos adeptos, quer junto dos atletas. Lamento dizê-lo, mas penso o mesmo relativamente a Artur. Cometeu erros decisivos demasiado grosseiros para um atleta de alto nível.
 
E assim se converteu uma época que poderia ter sido de sonho numa época de pesadelo.
 
Viva o Benfica!

Sem comentários:

Enviar um comentário