quinta-feira, 31 de julho de 2014

Benfica-Atletico de Bilbao (0-2)

      Isto de perder, mesmo em jogo treino é muito chato. É preciso cuidado. Pior que o resultado foi a má qualidade de jogo em toda a partida. Tratou-se pois de um bom exercício contra uma equipa de um campeonato competitivo que, sem ser excecional, domina os fundamentais do jogo  e já está bem entrosada. Ao Benfica, porém,  falta-lhe o "tronco central"; guarda-redes, central, trinco, construtor e rematador. Parece-me que alguns jogadores estão a perder o comboio, mas ainda é cedo para juízos definitivos. Benito vai na frente para a sua posição com Eliseu a "roer-lhe" os artelhos. Luis Filipe é ainda uma incógnita e Sílvio continua lesionado, pelo que, parece-me, uma boa oportunidade para Cancelo que não está a sair-se mal - julgo eu - e tem grande margem de progressão. Parceiro de Luisão, ou Lisandro ou Jardel, César pode fazer-se mas ainda tem que "comer muita broa" e a Sidney parece continuar a faltar-lhe "qualquer coisa".  Para a construção, temos o Enzo ou o Gaitan - se ficarem -  e o Amorim; quanto ao Talisca, pode repartir a broa com o César. Trinco?, André parece ser hipótese mais consistente, com Teixeira à espreita - eventualmente Jardel ou Lisandro. Extremos?, John, Gaitan, Suleymani, Sálvio, Bébé, Candeias. E matadores; Lima, Cardozo e Derley não chegam; Oliveira parece estar a perder o "timbóio", o que é pena; mas que sei eu? Sei apenas que não queria estar na pele de Jesus nem do Presidente.  Enquanto isto os nossos rivais reforçam-se a bom reforçar e já meteram todos à bulha na Liga e na Federação, pois sabem que sem o seu pleno domínio não ganham. Desconfio que a decisão da ERC vai sair depois de Figueiredo fora da Presidência da Liga. Os hipócritas que tanto têm defendido a regeneração do futebol assistem a tudo impávidos e serenos a ver para que lado o poder vai cair. E no entanto, todos sabemos que Figueiredo tem toda a razão. Já agora refiro que eu mesmo, cerca de dois anos antes  de Mário Figueiredo, fiz a mesma participação à ERC e ao Ministério Público, tendo-me respondido os serviços daquela, não terem descortinado irregularidade alguma, tendo, apesar disso, reencaminhado o caso para o Ministério Público (algo que eu já fizera sem ter obtido qualquer resposta).  Seja como for, com a Sportinvest, "nas lonas" parece-me descortinar um novo financiador do sistema que anda por aí a colocar jogadores à consignação nos clubes relacionados com o dito cujo. Ou estou a ver mal, ou este, é o novo "dono" do futebol nacional e, como tal, com poder efetivo de condicionar as decisões que interessam. Isto é que está aqui uma açorda! 
      Quanto ao Benfica, cuidado; os maus negócios saem demasiado caros, o preço de dois jogadores medianos dá para comprar um dos bons. E o "graveto" não abunda! Continuamos a ver demasiados erros nas contratações. Assim não! 

Sem comentários:

Enviar um comentário