segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

A ascensão da Alemanha à custa da riqueza produzida em Portugal e na Grécia. (Em Não Votem em Curruptos)

      A estratégia e disciplina económica da Alemanha, tal como a excelência tecnológica que caracteriza a sua economia, são exemplos a seguir, é certo, mas, mesmo sem conhecer os números agora apresentados, particularmente quem lida mais de perto com a atividade industrial, percebe perfeitamente os mecanismos de transferência de riqueza dos países pobres para os ricos. O grande instrumento é a regulamentação europeia, que os nossos zelosos tecnocratas aplicam com enlevo, sempre para bem de todos nós e da humanidade, que nos impõe, sucessiva "modernização" industrial, para a qual necessitamos...dos equipamentos alemães, dinamarqueses, holandeses..., rapidamente tornados obsoletos pela regulamentação crescentemente restritiva que fazem adotar a Comissão Europeia e o Concelho Europeu . É que, além de nos "imporem" os seus equipamentos - excelentes, sem dúvida -, impedem o crescimento das nossas empresas incapacitadas de acumular o capital necessário ao investimento estratégico e operacional, necessário desenvolvimento dos seus negócios. Um dos processos em curso prende-se com a questão ambiental que está prestes a provocar uma revolução na indústria alimentar em Portugal, cuja consequência inevitável se traduzirá no colapso de muitas empresas, e exclusão social de muitos trabalhadores. Afinal, nada necessitamos produzir, pois eles, os nórdicos, senhores da europa, tudo nos providenciarão...até o desprezo!, por mim, antes pobre e honrado que rico e enxovalhado.

ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/02/a-ascensao-da-alemanha-custa-da-riqueza.html#ixzz3Rx7xb8rg

Não votem em corruptos!: A ascensão da Alemanha à custa da riqueza produzida em Portugal e na Grécia.

Sem comentários:

Enviar um comentário