sábado, 21 de março de 2015

O "desígnio nacional"!

      Até os Tribunais ingleses já perceberam que há algo errado na obsessiva perseguição que a justiça portuguesa move a Vale e Azevedo. Na verdade, aquela, parece mais tolerante com os homicidas, os pedófilos e os corruptos. Por outro lado, fica mal a Manuel Vilarinho andar por aí a vangloriar-se das suas façanhas contra quem teve a coragem de, pelo Benfica, enfrentar o regime instituído no futebol, enaltecendo um dos principais inimigos do seu clube.  Joaquim Oliveira será boa pessoa, mas não para o Benfica; ou melhor, até para o Benfica, desde que este se deixe subjugar pelo Porto. 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário