sábado, 18 de abril de 2015

Próximo, ff!

   Mais um passo em frente rumo à vitória final. A de hoje, normal perante um adversário empenhado que, com o posicionamento dos seus jogadores,  impediu a fluidez de jogo dos encarnados. Com a ala direita remodelada a equipa do Benfica não conseguiu ligar o seu jogo no meio-campo, nem mostrar a brilhante dinâmica que alardeou na jornada anterior. Mais uma vez, não funcionaram regularmente os corredores, diminuindo  a utilidade dos pontas de lança e dando a supremacia no miolo ao Belenenses. Apesar disso, não faltou lucidez para concretizar duas excelentes oportunidades onde Jonas, mais uma vez, mostrou toda a sua categoria; cultura tática, qualidade técnica e serenidade. Muito bem Gaitan, Luisão, Jardel, Samaris, Lima...e Paulo César a negar o golo aos azuis com uma defesa espantosa já ao cair do pano mas que, a verificar-se, nos teria deixado com o credo na boca.
  
   Julgo que é necessário identificar e treinar técnicas de superação deste tipo de oposição, que já se verificou em Paços e nos Arcos; muita gente no miolo, alas reforçadas e muita impetuosidade - Carlos Martins esteve em evidência. Basculamento do jogo no momento certo, recuperação coletiva e transições rápidas, lançamentos para as costas da defesa contrária desde a nossa linha defensiva, mobilidade permanente controlada...enfim, pronunciem-se os técnicos.
 
   Não dei por falhas de arbitragem relevantes, tendo-me parecido que os atletas do Belenenses abusaram das quedas tentando cavar as faltas redentoras.
 
   Agora, concentração máxima para o próximo jogo.

Sem comentários:

Enviar um comentário