domingo, 24 de maio de 2015

Uma festa bonita!

  
 

A equipa do Marítimo mostrou que não é pera doce!, com  os jogadores do Benfica ainda em ressaca do Marquês e apesar do golo madrugador, os maritimistas assentaram jogo, mostrando muito boa organização, dificultando a construção de jogo aos encarnados, guardando esférico e trocando-o, sob pressão, em passes sucessivos, com lançamentos para a ampla frente de ataque onde os seus avançados, com destaque para o extremo-direito, obrigaram Júlio César a aplicar-se a fundo, sem êxito num dos lances.
 
   Com vantagem tangencial, os encarnados entraram na 2ª parte decididos a virar o jogo, e conseguiram-no. Apesar do domínio insular no meio-campo, os ataques e as oportunidades dos encarnados sucediam-se, na ânsia de conduzir Jonas ao cetro de melhor marcador da Liga, materializando-se em mais três tentos, um deles anulado para deceção do próprio Jonas, Treinador, colegas e adeptos, pairando no ar a ideia de que, por ali, ainda andou a mãozinha da "exemplar estrutura".
 
   Foi uma boa vitória, que serviu para lembrar os atletas que têm que se aplicar a fundo para bater a equipa do Marítimo na final da Taça da Liga. É bom que façam uma pausa nos festejos e se concentrem na preparação do jogo.
 
   É pena que Paulo Lopes não tenha podido entrar devido à infeliz lesão do azarado Sálvio. Por mim, teria entrado para o seu lugar; há-de saber correr atrás da bola e chutá-la para a área adversária. Tal não impede que se sinta campeão, como ele próprio declarou.
 
   O momento alto da festa foi o da entrada do Presidente com os filhos de José Magalhães e a participação destes na entrega do Taça a Luisão. Os meninos pareciam felizes, talvez deslumbrados, ficando com uma recordação  que se sobreporá às trágicas imagens de Guimarães.
 
   Oxalá o agente Filipe Silva tenha visto e tenha percebido que, com o seu despropositado gesto, ofendeu também toda aquela família vermelha e mais a outra que lá não estava. Vermelhos ou de qualquer outra cor, ou mesmo sem cor, todos os cidadãos honrados merecem o respeito e proteção das autoridades e não o contrário.
 
   Oxalá os responsáveis pelos incidentes do Marquês e dos distúrbios de Guimarães, sejam identificados e punidos de acordo com a responsabilidade de cada um, tal como em todos os outros casos.
 
   Subsiste ainda uma curiosidade; a de saber se, também desta vez, o Benfica vai ser multado por comportamento incorreto dos adeptos. É que, talvez os Dirigentes da Liga de Clubes, considerem inadequados os festejos no Estádio da Luz!

   Vamos ao ataque à Taça da Liga!

Sem comentários:

Enviar um comentário