terça-feira, 3 de novembro de 2015

Uma vitória merecida!

      Uma vitória moralizadora e merecida, que melhora as espectativas do Benfica para a época em curso. Apesar de várias ausências forçadas e da qualidade do adversário, os encarnados apresentaram-se taticamente disciplinados, com boa intensidade e dinâmica, dispostos a lutar pela vitória. Foi difícil, como se esperava, até porque o "Gala"  povoou muito bem  a sua defensiva, chegando a alinhar cinco a seis defesas e três trincos, mas com grande dinâmica, mostrando que poderia fazer o golo numa qualquer desatenção, como, de facto, aconteceu, pelo inevitável Podolski, num lance em que, Júlio César, nada podia fazer.
 
   Silvio está em nítida subida de forma, Eliseu não comprometeu, Talisca portou-se muito bem, Almeida não comprometeu, Guedes, Jonas, Gaitan e Jimenez, trabalharam muito. Os centrais fizeram a diferença nos dois golos da equipa, com destaque para Luisão, que marcou o da vitória; mérito ao Treinador, visto que se trata, claramente de trabalho tático.
 
  Acho que o árbitro se portou mal!, começou a amarelar os encarnados desde cedo adivinhando-se o que veio a suceder; expulsão de Gaitan completamente imerecida, logo após ter poupado a expulsão a um dos gregos, por braço na bola! Com este gesto virou o jogo a favor dos gregos num período em que se adivinhava o terceiro tento dos encarnados.
 
  Enfim, o apuramento para os oitavos está quase garantido, e a equipa e os adeptos reforçaram o ânimo. 
 
   Força Benfica!  

Sem comentários:

Enviar um comentário