terça-feira, 26 de janeiro de 2016

A Destreza das Dúvidas: Nem de propósito...

 "Agora percebe-se a lógica de adiar o pagamento ao FMI: Mário Centeno tinha a certeza de que Portugal não conseguiria emitir dívida a juros baixos. Sem o rating da Fitch, o BCE não pode comprar dívida de Portugal no mercado secundário. O BCE teria de arranjar uma maneira de abrir uma excepção para ajudar Portugal, mas isso seria difícil e complicado. Mais uma vez, recorremos a dívida para manter um regime insustentável, e não para gerar crescimento.

Portugal aproxima-se a passos largos de outro desastre, mas desta vez não há qualquer dúvida: os responsáveis são os nossos líderes, não é a conjuntura internacional. Resta saber se haverá alguém com poder disposto a parar esta nova loucura e quem será cúmplice. Está na hora de as pessoas e a comunicação social decidirem de que lado da História irão ficar." (Rita Carreira, Destreza das Dúvidas)

A Destreza das Dúvidas: Nem de propósito...: " Fitch ameaça descer "rating" de Portugal se Costa falhar redução do défice A agência de "rating" considera que...

(Tela de Júlio Pomar)

Sem comentários:

Enviar um comentário