segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Que se passa na LPFP?

 
 
As "meninas" do Benfica
      Liga para que te quero?
 
   A Comissão Disciplinar da Liga (CD), e o Conselho de Justiça (CJ) da FPF, tão lestas a castigar Filipe Vieira, mantêm estagnado o processo de inquérito efetuado pelo CD anterior, quando já o devia ter enviado ao CJ da  FPF, depois de deduzida a acusação! Ou os casos não têm gravidade? Ou é para arquivar? Este comportamento põe em causa a credibilidade da atual Direção da LPFP, até porque, foi eleita com o apoio do Sporting! Está em causa o projeto de credibilização e intransigência anunciado por Pedro Proença, que, com este caso, parece ser discricionário.
 
   Respigado do CM: 
 
   A antiga Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga (CII) deixou à sua sucessora, Comissão de Instrutores (CI), um processo praticamente concluído, que visava o Sporting, em que se invocava o ilícito disciplinar grave, denominado por ‘ofensa ao bom-nome e ao prestígio das competições profissionais de futebol’, que tem como consequência/pena a interdição do Estádio José Alvalade de um a três jogos. Segundo soube o CM, o relatório final estava pronto para que a nova CI (em funções desde agosto) avançasse com uma acusação e a fizesse seguir para o Conselho de Disciplina (CD) da FPF, que, de acordo com os regulamentos, é o órgão que aplica as penas propostas pela justiça da Liga. Contudo, com a mudança de nome do órgão jurisdicional da Liga e a substituição de Cláudia Santos por Cláudia Viana, promovida por Pedro Proença, com o apoio de Sporting e FC Porto, o caso dos leões ainda não chegou ao CD.

Ler mais em: 
http://www.cmjornal.pt/desporto/futebol/detalhe/interdicao-de-alvalade-congelada-na-liga?ref=futebol_Mais Lidas
 
Os "medíocres" comentadores:
 
   Quando se acusam os dirigentes desportivos de mediocridade na sequência de comportamentos menos próprios ou deploráveis de alguns deles, convém não esquecer que todos os êxitos alcançados individualmente, pelos jogadores portugueses, ou coletivamente, pela seleção portuguesa, a eles se devem! É verdade! São estes dirigentes "patolas" , "doidos", "malcriados", que têm movido o futebol e propagado a prática desportiva, algo que o Estado historicamente negligencia.
 
   Por outro lado, esses mesmos dirigentes têm sido enaltecidos pela generalidade da comunicação social, salvo raras exceções, o que os torna corresponsáveis pelo dirigismo que criticam. O mais caricato é alguns "patetas" insistirem em meter Filipe Vieira no mesmo saco de dirigentes arruaceiros, "acusando-o" (?) de se candidatar sem oposição! Aos sócios do Benfica é que compete avaliar o desempenho das direções e a necessidade de constituir alternativas. Diz-se em linguagem futebolística que "em equipa que ganha não se mexe"; é o que pensam os sócios do Benfica! Qual é o problema? Evidentemente que sabemos qual é! A gestão de Filipe Vieira incomoda sobremaneira os adeptos dos adversários do Benfica. Incluindo os que infestam a comunicação social portuguesa, mais parecendo uma praga de gafanhotos!
 
   Modalidades do Benfica:
 
   Bem o voleibol em disputa com o CA Madalena, com uma vitória categórica (3-0); veremos como se sairão no próximo jogo com o Fonte Bastardo; bem o futsal sobre o Burinhosa (4-o); bem o hóquei em patins com o resultado de (10-1) contra o Valença HC. Muito bem o futsal feminino contra o eterno rival (2-0), num jogo onde o desportivismo esteve presente e se saúda. Mal o basquete a perder com a Oliveirense, provavelmente acusando o desgaste do jogo internacional. Mal, o andebol, com uma derrota fora em jogo na polónia, contudo, retificável em Lisboa.

Sem comentários:

Enviar um comentário