segunda-feira, 1 de abril de 2013

FRUTINHA DE DORMIR!



In CM de 31 de Março de 2013 Estado assume dívida de 9,7 milhões ao BPN contraída por empresário de futebol.
      
Por:António Sérgio Azenha

O Estado assumiu, através da empresa pública Parvalorem, uma dívida ao BPN do empresário de futebol António Araújo, que foi apanhado ao telefone com Pinto da Costa nas escutas do caso ‘Apito Dourado'. A dívida de António Araújo, que resulta de um crédito do BPN àquele homem de negócios no tempo de Oliveira e Costa, ascendia a 9,7 milhões de euros, no final de 2011.
 
O crédito de António Araújo, dono da Onsoccer International - Gestão de Carreiras
Desportivas, foi transferido do BPN para a Parvalorem, firma criada para acolher os ativos tóxicos do BPN, no final de 2010, quando os primeiros créditos foram enviados do BPN para aquela empresa pública. O empresário terá dado garantias para obter esse crédito.
 
Contactado pelo CM, António Araújo remeteu para o advogado: "Se quer alguma informação sobre essa situação, vai ter de falar com o dr. João Machado Vaz". O CM ligou para o escritório deste advogado, mas Machado Vaz estava ausente. Deixámos os nossos contactos, mas não obtivemos respostas.
 
O crédito do BPN a António Araújo é revelado numa auditoria da consultora Deloitte ao BPN: em outubro de 2008, a dívida ultrapassava os 8,9 milhões de euros.
 
 
Comentário Zaratustra;
 
Afinal, parece que me enganei! Na sequência de todas as publicações que vieram a público que li, convenci-me que o célebre "Gerente de Caixa" era um dos muitos "nomes de guerra" de Pinto da Costa! Face a esta notícia, presumo agora que se trataria de Oliveira e Costa!  O verdadeiro homem da massa! Lá está; Costa rima com Costa! Ah valentes! Perguntemo-nos; terá saído do BPN o graveto para pagar a futa de dormir? Terá saído do BPN o pilim para financiar a aquisição de Pepe e C.ª? Baaaaah; coisas menores!
 
"Mas Salirenses honrados, podeis domir descansados, já lá vai preso o ladrão!" É o vais!
 
Ah! Mas não incomodeis o Senhor Araújo, o inefável  "Empresáio do Século"!
 
Façamos uma vaquinha e não se fala mais nisso!
 
António Barreto 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário