quinta-feira, 1 de maio de 2014

Eles têm cagufa!

Fica mal à Juventus tentar a exclusão de Enzo Perez do jogo de logo à noite. Tal como o Benfica, é um dos clubes que construíram a fascinante história do futebol, os quais têm a responsabilidade de cultivar a  boa arte proporcionando belos espetáculos, num clima de grande competitividade mas também de lealdade. Mostrar como como deve ser feito; talento, emoção, luta e respeito. A Juve, velho "companhon de route" que nos habituámos a respeitar, desmereceu-nos. Tanto mais que, no mesmo jogo, lhes foi perdoada uma grande penalidade que nos teria dado a possibilidade de fazer o 2-0 deixando a eliminatória quase resolvida. O caso é que têm medo de nós!, têm "cagufa", como dizíamos em miúdos dos que se furtavam à luta com desculpas pífias. Compreendemos; a equipa do Benfica desta época pratica um futebol de maior qualidade relativamente à anterior e Enzo infunde-lhes respeito...mas...as grandes equipas sabem conviver com o mérito do adversário. Esta Juve, à semelhança do que por cá o Porto pratica, prefere inferiorizar o adversário antes ou durante o jogo a enfrentá-lo na máxima força, olhos nos olhos, afirmando a sua superioridade competitiva. É próprio dos pequenos que querem ser grandes à força; ora a Juve é um grande clube!, e um paradoxo! Compreendemos, agora melhor, as atribulações que tem protagonizado no futebol italiano, indignas do seu passado de grande clube europeu.
 
Agiu mal  UEFA ao decidir apreciar a queixa atribuindo-lhe uma urgência  inabitual, contribuindo mais uma vez para, junto dos adeptos, consolidar a ideia de que padece de parcialidade, deixando-se influenciar por certos clubes. Infelizmente, este, não é caso único. Algo vai mal no reino do futebol; é uma conclusão evidente para o adepto comum.
 
Importante é que a equipa não se deixe influenciar por este episódio, mantenha a concentração, a determinação e...a descontração, respeitando o adversários, sim, mas, não mais que o necessário.
 
PS: Agrada-me ver Nuno Gomes na estrutura do clube em sua representação em eventos vários, nomeadamente de âmbito internacional. Trata-se de uma pessoa por quem tenho grande respeito, seja pelo seu passado de atleta de eleição ao serviço do Benfica, seja pela correção que sempre demonstrou dentro e fora do campo. Felicidades para ele.

Sem comentários:

Enviar um comentário