sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Veio a Saudade - Carlos Ramos (1958)

 

            


 
A saudade bate sempre à porta de quem vive de afetos.

Sem comentários:

Enviar um comentário